Você já ouviu falar em FMEA? Esta é a sigla em inglês para Failure Mode and Effect Analysis, que quer dizer “análises de modos de falha e seus efeitos”.

FMEA de processos é um método que possibilita fazer a análise de oportunas falhas que afetam a qualidade dos resultados de qualquer atividade, tanto nos processos quantos nos produtos em si, e seus impactos nas etapas planejadas para que o todo seja melhorado. Existem diversos tipos de FMEA: design, processos, marketing, produto, serviços, entre outros.

Quer entender como a FMEA de processos pode ajudar nos resultados da sua organização? Confira!

Entenda como é a aplicação do FMEA de processos na empresa

A aplicação do FMEA de processos requer planejamento antes da aplicação no ramo em que é necessária a intervenção. Deve ser um trabalho minucioso para detectar os mínimos erros, com o intuito de eliminá-los antes que sejam perceptíveis aos clientes e causem danos ou prejuízos à empresa.

Conheça alguns passos para aplicá-lo

Para aplicar o FMEA de processos com eficiência é importante seguir o seguinte passo a passo para que a avaliação seja bem realizada:

  • defina o processo que será analisado;
  • forme uma equipe multidisciplinar;
  • especifique a não conformidade (modo de falha);
  • identifique os efeitos;
  • priorize as falhas por meio do nível de riscos;
  • descubra a causa da falha.

Defina quais etapas devem compor o FMEA de processos

Definir bem as etapas que vão compor o FMEA de processos é determinante para que a atuação seja bem realizada e o passo a passo fique mais bem definido, compreensível e fácil de executar.

Observe exemplos de aplicação

A aplicação do FMEA de processos pode acontecer em inúmeras atividades. Todas realizam ofícios que necessitam ser avaliados e aprimorados para a entrega de resultados quase perfeitos à própria organização ou aos seus clientes. Observe alguns exemplos:

  • FMEA em indústria farmacêutica: nesse ramo, tal processo é necessário para analisar a produção dos medicamentos e fazer o controle das dosagens, da qualidade, da eficácia, pois caso algo esteja em desconformidade pode comprometer a vida e a saúde das pessoas;
  • FMEA de produtos: essa avaliação é mais dinâmica, pois avalia o design, a utilidade, o material que é confeccionado, a durabilidade do produto e outras características. Durante a análise pode ser avaliado se o design é inconsistente ou inadequado para uso;
  • FMEA de manutenção: a análise de manutenção está voltada para a funcionalidade e manutenção dos equipamentos. Os utensílios usados em fábricas, industrias etc. são bens que precisam estar em atividade permanente, por isso, é necessário que estejam sempre prontos para uso. A manutenção constante faz com que o processo de produção não seja interrompido em decorrência de panes ou quebra desses equipamentos.

Como vimos, o FMEA de processos apresenta inúmeras vantagens para a empresa, dentre as quais, a diminuição de falhas, o aumento da confiabilidade de processos, satisfação do cliente, crescimento do negócio, employer branding no mercado e outros benefícios que envolvem os colaboradores e a empresa como um todo.

Gostou de conhecer como realizar um FMEA de processo na sua empresa? Então, que tal nos seguir nas redes sociais? Assim, você terá acesso a todas as nossas publicações.